sábado, 16 de dezembro de 2017

Banho quente

Resultado de imagem para transando no banho

Estávamos no banho. Eu a-observava. Oh Deus, como pode haver coisa tão linda? Se há no mundo algo mais repleto de perfeição que o corpo feminino deve estar bem escondido, não sei onde... Nesse momento ela esfregava delicadamente os pés, passou  um hidratante de banho neles e esfregou com a bucha delicadamente. Ah então é daí que sai esse cheiro de frutas vermelhas...

Recostei no box e até esqueci do meu próprio banho. Pra quê tomar banho em um momento como esse? Sua distração durou pouco. Me olhou rindo e eu ri de volta. Ora o que eu poderia fazer? A vergonha do flagrante tomou conta de mim e me virei para pegar meu xampu. Ela me abraçou por traz, beijando meu pescoço. Ai foi que me derreti... 

Seus seios médios e perfeitos contra minhas costas era a coisa mais excitante do século. Beijei- a, descendo em seguida para abocanhá-los. Ela gemia em meu ouvido enquanto lambia seus mamilos. Sem controle eu ia de um a outro com desespero. Ela puxou meu rosto e me beijou de volta. Derrubamos os xampus, sabonetes e todos os produtos que estavam pendurados. E ali mesmo começou a nossa manhã.

Seu gosto é delicioso. Claro que a gente acha tudo maravilhoso quando está apaixonado, mas era o melhor gosto, era o sexo mais delicioso que eu já experimentara. O chuveiro continuava aberto, a água quente  e o vapor embaçavam o vidro e deixava tudo ainda mais quente. A intensidade daquele momento não sairia mais da minha cabeça. No entanto, o gozo foi calmo e tranquilo. Pleno. Típico dos casais apaixonados, que fazem sexo para consagrar a paixão e não apenas por um pequeno/longo prazer momentâneo. Aquilo era lindo. Em suas minúcias mais doces e ardentes... Nesse dia nos amamos as vinte e quatro horas... Em outros cômodos da casa e na varanda...



Rafaela Valverde 


Casamento - Adélia Prado


Resultado de imagem



Olha que lindeza de poema!

Há mulheres que dizem:

Meu marido, se quiser pescar, pesque,

mas que limpe os peixes.

Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,

ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.

É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,

de vez em quando os cotovelos se esbarram,

ele fala coisas como "este foi difícil"

"prateou no ar dando rabanadas"

e faz o gesto com a mão.

O silêncio de quando nos vimos a primeira vez

atravessa a cozinha como um rio profundo.

Por fim, os peixes na travessa,

vamos dormir.

Coisas prateadas espocam:

somos noivo e noiva.





Rafaela Valverde

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Série The Bletchley Circle

Resultado de imagem para the bletchley circle

Terminei de ver recentemente a segunda temporada da série  The Bletchley Circle. É excelente e bastante curtinha. As duas temporadas contam apenas com sete episódios, mas já soube que não haverá renovação para uma terceira temporada. Tem na Netflix e vale a pena assistir, a meu ver. A série começa nos anos 1940 durante a segunda guerra mundial. Nesse momento quaro grande mulheres trabalham em Bletchley Park, a serviço do governo, descifrando códigos criptografados dos inimigos. 

Susan, Millie, Jean e Lucy  são mulheres diferentes, com personalidades marcantes e cada uma tem um  talento peculiar. Assim, nove anos depois, elas se reencontram, incentivadas por Susan que as reúnem,  para tentar desvendar um crime que ainda não tinha solução. Um assassino de mulheres estava à solta e precisava ser contido.

Susan é boa com códigos e equações matemáticas, Millie é a mais inteirada dos meandros sociais e conhece muita gente, além de falar várias línguas; Jean ainda trabalha em um órgão público e conhece bastante gente influente e Lucy tem memória fotográfica, sendo capaz de memorizar qualquer coisa em qualquer tempo.

Quatro amigas. Quatro mulheres fortes que precisam lidar com seu próprio dia a dia - Susan é casada e tem dois filhos; Lucy também é casada - e ainda enfrentar preconceitos por serem mulheres. Nesse período havia poucas coisas que mulheres podiam fazer a não ser casar e ter filhos e ser realmente bem sucedida. Mas elas enfrentam os obstáculos com bravura, provando que mulheres podem fazer qualquer coisa que quiserem. Mesmo não sendo tão ouvidas assim pela polícia, elas continuam a investigar o crime e seguem com seu propósito até o final.

É fantástica, recheada de suspense, mistério, cenas bem feitas e fortes, além das atuações bem s guras das personagens. Praticamente em todos os episódios, as aparições dessas quatro mulheres muito capazes e maravilhosas. Assim como todas nós, que podemos tudo, inclusive desvendar crimes! A segunda temporada achei mais chatinha, sei lá, mais parada. Susan, minha personagem preferida, meio que sai um pouco de cena dando lugar a outra personagem que agora não lembro o nome.

O plano de fundo da série com certeza é a situação em que vivia a mulher naquele momento da história da humanidade. Traz em detalhes e /ou referências diversas questões que estavam lá no século vinte, mas que ainda estão, até hoje no século XXI, infelizmente. Vão lá e assistam. Pode começar um pouco chatinha, mas deem uma chance porque vale a pena.



Rafaela Vaverde

Geração Paissandu - Paulo Fernando Henriques Britto



Li recentemente esse poema em um livro e gostei muito. Resolvi compartilhar com vocês!



Vim, como todo mundo,
do quarto escuro da infância,
mundo de coisas e ânsias indecifráveis,
de só desejo e repulsa.
Cresci com a pressa de sempre.

Fui jovem, com a sede de todos,
em tempo de seco fascismo.
Por isso não tive pátria, só discos.
Amei, como todos pensam.
Troquei carícias cegas nos cinemas,
li todos os livros, acreditei
em quase tudo por ao menos um minuto,
provei do que pintou, adolesci.

Vi tudo que vi, entendi como pude.
Depois, como de direito,
endureci. Agora a minha boca
não arde tanto de sede.
As minhas mãos é que coçam -
vontade de destilar
depressa, antes que esfrie,
esse caldo morno de vida.



Rafaela Valverde

Cuidados com o cabelo e plano para 2018

Há um tempo decidi deixar meu cabelo sempre médio. Não sei se tenho paciência com cabelo muito comprido não. Nunca tive cabelo compridão nem quando eu dava química. E acredito que deve dar muito mais trabalho e não sei se terei tempo. Já preciso lavar o cabelo de três em três dias, já que ele embola e embaraça bastante na parte de baixo, onde tem partes mais lisas.

Há dois anos mantenho ele médio, passando um pouco do ombro, mas sempre corto, renovando as camadas. E olhe que meu cabelo cresce muito rápido mesmo. Eu cuido muito então acho que ele é sim um cabelo saudável, na medida do possível e das minhas condições financeiras. Pois bem, o que quero dizer aqui é que agora, a partir desse final de 2017 decidi que quero deixar o cabelo crescer e ficar comprido, o mais comprido possível. Vou "criar o cabelo", como se diz aqui na Bahia. Não pretendo mais cortar e vou ver como me saio com um cabelão. Cortei em maio, com retoques de camadas em outubro mas sem mexer no comprimento.

Acho que vou me dar bem e vou continuar mantendo a saúde dos fios, já que estou tão acostumada a cuidar. Não consigo lavar o cabelo sem hidratar. É muito raro. Outra coisa que quero dizer aqui é que voltei a fazer fitagem, não daquelas muito caprichadas, mas ainda assim fitagem. Capricho mais no meio e na frente, fazendo uma fitagem mais estruturada ou dedo lis. É a mesma coisa. Dessa forma, fica mais definido nessa área, ficando com cachos mais firmes e menos frizz.

É isso. Um pequeno relatório sobre meus cuidados capilares, já que sei que tem muita gente que lê o blog e gosta muito dessa parte. Hoje lavei na lavanderia, com a cabeça pra baixo, massageando o couro cabeludo com as pontas dos dedos em movimentos circulares - o que ajuda a estimular o crescimento. Passei xampu duas vezes e depois passei essa máscara de hidratação abaixo, com uma sacola plástica, deixei agir por cerca de quarenta minutos.

Resultado de imagem para mascara monange rosa
Essa máscara é muito boa. Se quiser, intensifique-a com algum óleo ou Bempantol.


Depois passei meu condicionar, um pouquinho só nas pontas, durante o banho e finalizei com esse creme de pentear que é bom, tem filtro solar mas não segura muito meus cachos, é muito leve. Mas ainda assim gosto dele.

Resultado de imagem para creme de pentear salon line amarelo
Esse creme custou apenas 7,00 aqui no meu bairro


Bom, é isso. Em breve volto com mais novidades sobre meus cachos e como estou cuidando deles.





Rafaela Valverde


Acostada

Resultado de imagem para mulher andando  na estrada


Meio do dia
Sol a pino
Agonia
Desatino

Ando pelo acostamento
Carcaças de animais mortos
Exigem meu afastamento
Me transporto

Penso que não vou aguentar
Carros por todo lado
Veículos de transitar
Horizonte opaco

A estrada é longa
Trata-se de alguma bê-erre
Ainda mais para mim, songamonga
Por mais que a vida me aferre

Quero mais é voar
Comemorar uma tal liberdade
Que temia encontrar
Na tal raridade

Do luar!

Mas, o que penso enquanto esse acostamento me persegue?
Será que vou chegar?




Rafaela Valverde
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...